Pipoca de canjica: saiba seu diferencial e como produzir

Matéria por Equipe Milhão Corn Ingredients
4/12/2019

Conhecida como pipoca expandida o snack se destaca pela produção simples e pelo sabor e crocância

Já ouviu falar em pipoca expandida, produzida a partir de canjica? Com um processo de produção diferente, sabor característico e muita crocância essa pipoquinha é um tipo muito comum no Brasil, mas vem ganhando as prateleiras do mundo todo.

Mas como ela é feita? Qual o segredo para atingir a textura e sabor desse produto?

A matéria-prima

A pipoca de canjica é conhecida também como pipoca de canhão ou pipoca expandida. Apesar de ser produzida a partir do milho, (e não de arroz como muitos pensam) não é o pequeno grão de pipoca que dá origem a ela, mas sim a canjica.

Esse ingrediente pode ser obtido a partir de algumas variedades de milho, porém com o milho Flint é possível atingir maior rendimento industrial. A Milhão Corn Ingredients produz a canjica através do melhor milho Flint GMO-FREE, selecionando os grãos mais graúdos para o processo de degerminação, que consiste na retirada do gérmen de milho e pelicarpo (fibra), esse processo é chamado de beneficiamento.

Na sequência o produto degerminado passa por um rigoroso processo de classificação granulométrica onde a Milhão obtém os grãos de canjica de maior qualidade para o processo de produção da pipoca expandida.

A uniformidade do tamanho das partículas da canjica tem influência direta na qualidade de expansão e uniformidade do produto final, assim como a sua umidade, que deve ser de até 13,5%. O grande diferencial dos ingredientes fornecidos pela Milhão, além da qualidade GMO-FREE, é a secagem natural do milho ainda na lavoura, fato importante já que a umidade é um dos fatores determinantes na qualidade e rendimento da matéria-prima. O controle da umidade da canjica é fundamental para o processo de gelatinização e expansão em que o produto é submetido para a obtenção da pipoca expandida.

Valor nutricional Pipomix (Canjicão)

Valor calórico 350,6 kcal / 1503,61 kj
Carboidrato 80 g
Proteínas 7,5 g
Gorduras totais 0,3 g
Gorduras saturadas 0,2 g
Fibra alimentar 1,6 g
Cálcio 5,3 mg
Sódio 3,1 mg

O processo

O processo de fabricação da pipoca de expansão é diferente das pipocas normais. Isso porque a expansão é feita em canhões. Esse equipamento é específico para proporcionar a expansão da canjica, que se transforma em pipoca, a máquina é chamada de canhão de expansão.

O processo de expansão é possível através da junção entre pressão e temperatura. A canjica é colocada dentro do equipamento que deve ter a distribuição de calor de forma homogênea, em toda a circunferência do canhão.

O parâmetro de controle que deve ser monitorado é a pressão, pois essa irá determinar o momento certo para o estouro. A média é de 150 bar para acionar o estouro do canhão. A mágica acontece quando a canjica entra em contato com o ar atmosférico. A diferença da pressão externa e a pressão interna (dentro do canhão) proporciona a expansão da canjica beneficiada que se torna de fato a pipoca.

As pipocas que saem do canhão vão direto para um funil e depois são transferidas para a trageadeira. Esse equipamento tem a função de secar e adicionar sabor a pipoca. Após esse processo as pipocas seguem para o empacotamento.

Cases de sucesso

A versatilidade dessa pipoca permite a adição de diversos sabores sem abrir mão da crocância. No Brasil os sabores mais tradicionais são de caramelo e amanteigado, mas existem ainda mais possibilidades.

A escolha de sabores diferentes pode agregar ainda mais valor ao produto. Algumas empresas inovam e produzem linhas de pipocas com sabores premium como cheddar, caramelo salgado e com coberturas de chocolate.

A pipoca expandida garante um alto rendimento industrial se produzida com a matéria-prima de qualidade, ou seja, canjica selecionada e beneficiado da forma correta.

Ficou
interessado em produzir?

Se você ficou interessado em montar sua indústria de pipoca
de canjica, entre em contato, nos te ajudamos nesse processo.

Quero montar minha indústria de pipoca de canjica!

MilhãoNotícias › Mercado

Veja outras notícias

Mercado | 21 de novembro de 2019

Alimentação infantil: o cuidado na escolha de ingredientes para baby foods

Notícias | 06 de novembro de 2019

Conheça as variedades de milho

Notícias | 30 de outubro de 2019

Por que as pulses são consideradas o alimento do futuro?